sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Amor...

Foto da net


Amor, um fio a ser entretecido pela vida afora,


Com dedicação e muita paciência, dia a dia, mês a mês


Assim vai se formando o agasalho para a pessoa amada


Feito sob medida, no tamanho dela,


do tamanho do nosso amor por ela...

23 comentários:

bete disse...

Ihhhh, estou ficando cada vez mais sem graça, minhas amigas blogueiras arrazam nos versos, e eu não consigo compôr nem um simples batatinha quando nasce.

Mas falando sério: lindinhu viu?

Ta na hora de vocês pensarem seriamente em lançar algo...

MamaNunes disse...

ah...querida... o que mais me encanta na loucura de Deus é o crochê de vidas que Ele vai tecendo para tornar 'toda' a vida mais aconchegante....
oh amor divino!!!
te deixo beijos e beijos...
saudades

neli araujo disse...

Carminha querida,

Que palavras mais lindas!

Delicadas, sutis e na medida certa!

Amei, linda! Que Deus te envie a pessoa certa, e que ela saiba usar este teu sueter com carinho!

beijo carinhoso,

Pelos caminhos da vida. disse...

Prêmio lá no blog para vc

Um das maneiras de expressar o amor,lindo!

Fim de semana de muito amor para vc amiga.

beijooo.

Renato de Oliveira disse...

Olá Carmen,

Pode-me dizer onde se compra destes novelos de lã, com esta marca?

Você afinal tem veia poética! Estava escondendo de todo o mundo este lado! Aliás você é uma multifacetada por natureza!

B.F.S. Beijinho,

Renato

Regina disse...

É verdade...

Para o amor, é preciso dedicação e muita paciência, porque ela vai se construindo aos poucos...

Muito lindo e delicado...

Beijos!! Tenha um excelente fim de semana!!

carmen disse...

Bete:
Que que é isto?
Batatinha quando nasce???

Você é "expert" em textos muito criativos, onde você entremeia o passado com o presente, a realidade com a ficção...sempre nos dando textos saborosos...

Uma "poesia textualizada", contextualizada... dá para falar assim?

Deixa as batatinhas para lá, que os seus pães são muito mais saborosos...

bjs

carmen disse...

Mana das nuvens:
Gostei muito da sua leitura...

Nosso Deus, como artífice perfeito,
sabe tirar poesias das nossa vidas tão cheias de nós, e tornar o direito do trabalho uma perfeição

Gostei da palavra aconchego, que é o que nós sentimos em Deus...

Só que nunca pensei nEle como crocheteiro... de mão cheia!!!
rsrsrs

bjs

carmen disse...

Que lindo, Neli, até me emocionou!!!
bjs

carmen disse...

Ana, irei lá, com certeza...
Os selinhos que você tem me ofertado estão guardados para quando souber postá-los
bjs

carmen disse...

Renato,
este novelo encontrei na Net...
mas bem poderia ter para vende-los, às dúzias...

Mas Deus é que pode nos dar este "amor maior", para que possamos amar aos nossos semelhantes.

Obrigada pela seu elogio, eu nunca escrevi poesias e comecei aqui, de brincadeira, com aquelas poesias que vocês foram acompanhando e incentivando...
Até eu, às vezes, me surpreendo. Outras vezes, não... Mas vejo que estou melhorando...

bjs entretecidos

carmen disse...

Regina, obrigada pela sua visita e pelo seu comentário delicado...
bjs e bfs

Iscte 72-77 disse...

Pois andei-me a passear vagarosamente pelo seu blog e gostei muito. Parabéns. Hei-de cá voltar.

prjulio disse...

Gostei do seu comentário no blog do Volney. pena que a maioria do povo de Deus leve muito tempo para amadurecer.
Escrevi um artigo no mesmo teor e acho que vou reescrevê-lo pois o seu testemunho é enriquecedor.
"O poderoso significado do fato de o véu do templo ter sido rasgado ainda não foi compreendido adequadamente pelo povo de Deus. Este é um dos fatores da fraqueza e mediocridade espiritual no nosso meio. Muitos de nós ainda não sabem valorizar a sua liberdade, pelo contrário, têm medo dela.
Não crêem que podem valorizar as suas experiências diretas com Deus e que Ele pode revelar-lhes coisas maravilhosas sem ajuda de um intermediário. Assim continuam dependentes de alguém que lhes dê de comer e acabam sendo nutridos e moldados pelo menu da instituição ou pelo nível daqueles a quem se submetem para receber todo o ensino".
Escrevi um artigo neste tema e este veio enriquecê-lo. Na verdade, ainda temos muito que aprender nesta liberdade. ainda não sabemos ser livres. Leia mais:
http://prjulio.blogspot.com/2008/11/o-vu-foi-rasgado.html
Um abraço.

prjulio disse...

As imagens que ilustram os seus artigos são lindas. Gostaria de saber se você me autoriza a copiá-las?

carmen disse...

Iscte 72-77:
Qual o seu nome?

Fiquei contente com a sua visita, venha quando quiser, será sempre benvinda!!!

Passeei um pouco também pelo seu blog...Deixei alguns comentários, mas volto lá em breve com mais calma...

Por que este nome no Blog???
abçs

carmen disse...

Pr Júlio,
achei importante escrever o meu testemunho lá, pois muita gente fala do que não sabe, não viveu, e foi uma época muito triste, muito pesada...

Quando você reescrever o seu texto, quero lê-lo...

Pode pegar as fotos, as imagens à vontade, são todas garimpadas na Net...
abçs

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Carmem!Tem um selo do Blog de Ouro no meu espaço para você!

Beijos,Sonia Regina.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Carmem!Doce texto!O fio do Amor é mágico e tece felicidade para o mundo!

Beijos!Sonia Regina.

carmen disse...

Sonia Regina,
que bom que gostou do novelo de amor...

Vou lá pegar o selo, obrigada.

O guarderei com carinho, até conseguir inserir no meu Blog, cujo Layout não tem aceito várias coisas, dentre elas links...

bjs

Rute Carla disse...

Amor e paciência,acho mesmo que um não existe sem o outro... muito bonito!

alealb disse...

muito lindinho,
adorei!
beijos,
alê

alealb disse...

muito lindinho,
adorei!
beijos,
alê