quarta-feira, 1 de julho de 2009

Salto de Alegria ao Entardecer

imagem da net


Salto, bem alto!
De alegria, ao entardecer...
No calor do asfalto,
com meu peito risco,
rabisco o ar, de pura emoção!

Alço voo, pulo, arrisco,
com meu guarda-chuvas.
O vento assobia, canta,
sinto-me menina voando neste
momento, rompendo o tempo/espaço.

Coração alegre, como de criança,
vai nesse compasso, cantando uma canção,
de um amor perdido e depois achado,
de alegrias fugazes e depois verdadeiras,
sentimento amargo, sentimento bom!

Sentir-se livre, também é
sentir-se amada, querida, desejada,
pois o amor liberta, redime, salva.
O amor é sublime, e num salto,
num voo livre, vou para a eternidade,
vou pra lá ficar...

by Jacira Mavignier

5 comentários:

Nanda Botelho disse...

Esta foto realmente inspira alegria e leveza!

Vi isso também!

Bjão!

carmen disse...

Jacira:
Esta foto me inspira leveza, pressa, o tempo passando, voando...

Mas confesso que não consegui escrever nada arespeito... só saiu o meu poema, bem mais sério...

Amei a sua poesai

bete disse...

Olha só...tínhamos uma poetisa quietinha entre nós...

Manda mais Jacira, tá muito bom, você passou com sua poesia a leveza da imagem, parabéns.

renato_oliveira disse...

Olá, Jacira!

Já agora aproveite para nos deliciar com mais poemas seus! É que, francamente, gostei muito deste!

Parabéns poetisa!

Beijinho,

Renato

Jacira mavignier disse...

Gente, Brigadinhuuuu!!!

Beijos