segunda-feira, 6 de abril de 2009

Envelhecer


ENVELHECER
(Bastos Tigre- 1882-1957)

Entra pela velhice com cuidado,
Pé ante pé, sem provocar rumores
Que despertem lembranças do passado,
Sonhos de glória, ilusões de amores.

Do que tiveres no pomar plantado,
Apanha os frutos e recolhe as flores
Mas lavra ainda e planta o teu eirado
Que outros virão colher quando te fores.

Não te seja a velhice enfermidade!
Alimenta no espírito a saúde!
Luta contra as tibiezas da vontade!
Que a neve caia! o teu ardor não mude!

Mantém-te jovem, pouco importa a idade!
Tem cada idade a sua juventude.

Copiei este poema de algum lugar, não sei onde, que falava sobre vida deste Recifense.

9 comentários:

bete disse...

O Tigre morreu no ano em que eu nasci.

"Luta contra as tibiezas da vontade" é conselho ótimo pra bipolar.

Cacá, saudades!!!!!

renato_oliveira disse...

Oi, Carmita!

Todos os anos envelhecem e morrem Tigres!

Mas a idade biológica é um facto, contudo ela pode e deve ser contrariada pela cabeça de cada um!

Sabe Carmen que (e isto tem muito a ver com a juventude e velhice) "O Homem não morre quando deixa de viver. Mas morre quando deixa de amar"!

Beijinho,

Renato

poetaeusou . . . disse...

*
Eterna Incógnita
,
Pois se, de mim, não sei causa e destino,
Que dos outros, do mundo, saberei?
Que definir, se a mim não me defino ?
,
In- Bastos Tigre
,
Conchinhas de luz, envio
,
*

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Discordo um pouquinho do Renato:penso que a gente envelhece e morre quando deixa de sonhar,seja lá com o que for!

As lembranças e histórias que compõe as nossas vidas são,também,um forte pilar para seguirmo adiante!

Lindo poema!

Beijos!Sonia Regina.

carmen disse...

Bete, eu nem sei direito o que vem a ser tibiezas, mas deve ser muito sério...rsrsrs

Espero nunca sofrer deste mal...

Também estou com saudades...
Espero que esta ressaca acabe logo.

bjs

carmen disse...

Renato,
como estou sem PC, postei este que eu tinha guardado... mas achei interessante... e eu não estou me achando velha, não, é que tenho convivido com vários idosos e fico a pensar em com a velhice nos torna frágeis...

bjs

carmen disse...

Ah! Poeta...
Gostei do seu poemeto...

O que sabemos de nós mesmos... interessante...

bjs

carmen disse...

Sonia Regina... concordo que morremos quando deixamos nossos sonhos morrerem. Aí sim é o fim!!!

Espero que possamos ainda viver muito, e bem... no sentido amplo da palavra!!!

bjs

Viviana disse...

Carmen,

Lindo o poema do envelhecer!

Gostei.

Vou levar.

Posso?

Obrigada

Um abraço

viviana