sábado, 6 de dezembro de 2008

Cego ou Daltônico???

Ao procurarmos a nossa cara-metade, muitas vezes não percebemos que é completamente diferente de nós...

Às vezes dá certo, outras não...

Será que combina ovo cozido com abacate??? No Brasil, não, pois comemos o abacate maduro, amassado com açúcar e limão, ou batido com leite e açúcar no liquidificador... hum !!!...

Na Europa, talvez, pois lá se come o abacate meio verde, cortado em pedaços, em saladas verdes... Uma delícia!!!

Será que esta mistura dá certo??? Talvez sim, talvez não...


foto da web


Agora, dizem que o amor é cego...
ou será daltônico???
Sei lá!!!

14 comentários:

Renato Oliveira disse...

Olá Carmen,

A questão é simpática. Mas penso que o amor não é cego nem daltónico, dentro dos parâmetros que idealizo!

O amor é tudo (felicidade, alegria, bem-estar, loucura, fragilidade e é também a sinceridade da paixão)!

Beijinho não cego nem daltónico,

Renato

Gerly disse...

O amor é perfeito e enxerga super bem. rsrsrs...

O problema é que meu coração, assim como eu, é míope e astigmático, não consegue distinguir bem o amor de outras coisas meio embaçadas parecidas com amor. Deve ser isso, Carmem! rsrsrs

Bjokas!

Adorei a figura!!

:o)

Viviana disse...

Olá querida Carmen,

Olhe, por sinal tenho na casa da aldeia um grande árvore de pera abacate.

Os frutos são deliciosos mesmo.

Eu gosto mais de os comer bem madurinhos...

Um abraço amiga linda
Viviana

Alice disse...

Carminha ,

O amor pra mim só pode ser cego, daltonico, surdo, mudo não tem olfato e definitivamente é burro ! hehehheeeeee..... ou seja, CERVEJA !

... Brincadeirinhas a parte, o amor é sempre uma surpresa mesmo, as vezes boa e outras não.


bjkasssssssssssss


obs.: Tá o maior sol aqui !!

carmen disse...

Renato, esta foto eu peguei na Net e demorei para conseguir escrever algo a respeito... então resolvi fazer uma brincadeira com os meus amigos portugueses, pois culturalmente acabamos por ser diferentes, apesar de tantas semelhanças...

bjs

carmen disse...

Gerly:
Eu também sou míope... é melhor ser míope do que não enxergar nada... rsrsrs

Agora, que o nosso coração muitas vezes se engana, lá isto é verdade...
bjs

carmen disse...

Vivi
Como disse, as diferenças sempre nos surpreendem...
Nunca havia ouvido que o nome aí é pera abacate... Muito interessante!

E sei deste hábito dos portugueses comerem abacate (pera abacate) meio "verdolengo" em saladas pois, há muitos anos, li em um jornal que um carregamento de peras abacate foi todo despejado no mar em um dos portos de Portugal, por haver amadurecido, devido a uma greve dos estivadores...algo assim.

bjs

bete disse...

As pessoas quando estão amando, feito os bêbados, sentem-se autorizadas não sei por qual deus a fazerem toda sorte de coisas ridículas, cartas de amor bobas, por exemplo...

Mas falando sério, é preciso chamar o concurso da razão, e falo principalmente das mulheres.

Uma amiga se envolveu com um viciado em maconha e pó, todo mundo sabia menos ela. Depois, por dez anos todos a aconselhamos a abandonar o traste, e a ingênua meteu na cabeça a idéia de que tinha que ganhar ele pra Jesus...

Sofreu como uma idiota. Quando tudo acabou, ela ficou esfacelada, sem dinheiro, sem saúde, sem auto estima, sem amigos, sem...nada

Um pouco de razão pairando sobre certas emoções não fazem mal à ninguém...

Pelos caminhos da vida. disse...

O amor é cego,surdo e mudo!

Otima semana amiga.

bjs.

carmen disse...

Bete
Ao namorarmos, mantenhamos os olhos bem abertos, antes que se tornem cegos pela paixão...

Eu procuro conhecer muito a pessoa antes de me envolver... e isto tem me ppoupado de muitos dissabores.

Amar, quero; ser amada, também...
Ser enganada pelos outros ou pelos meus próprios sentimentos...jamais

bjs

carmen disse...

Ana, ás vezes, além disso tudo, é burro... ou irracional

bjs

* O Cantinho da Lia * disse...

Carmenzita, que imagem simpática esta do Abacate com o ovo. Só muda o tamanho e a cor.

Concordo com o Renatinho:
O amor é tudo (felicidade, alegria, bem-estar, loucura, fragilidade e é também a sinceridade da paixão)!

Mas tbém tristeza, incerteza, coração partido, saudades...

Beijinhos,
P.S.: me deu uma vontade de tomar um suco de abacate...

CrisR disse...

Pois eu acho que o amor é burro, é cego e é a pior coisa que nos pode acontecer. O unico amor que vale a pena é o de Deus por nós, o dos nossos filhos e o dos nossos pais...todos os outros são egoistas!

carmen disse...

CrisR:

Benvinda ao meu cantinho...

O amor é mesmo muito complicado... e tem ezes que nos dá um "nó na alma" e nos passa uma rasteira daquelas...

Então, é ficarmos de luto por ele; e depois nos estruturarmos para não ficarmos para sempre no chão.

Gostei do seu comentário
bjs